EVA FEST – 08/11/2008

samara kênia diz:

Banda Eva

Um dos shows mais esperados do ano, Banda Eva vem dar seguimento aos lançamentos de blocos do pré-caju 2009. A atração é marca do Axé Baiano, criada no início dos anos 90, sua fama foi conquistada com a vocalista Ivete Sangalo, cuja voz emplacou sucessos como “Vem meu amor”, “Beleza Rara” e “Eva”. Em 1999, Ivete partiu pra carreira solo e a banda Eva recebeu de braços abertos a cantora Emanuelle Araújo,que permaneceu no grupo até 2002, quando saiu para cuidar de projetos pessoais e carreira como atriz. Saulo Fernandes chega ao Eva e permanece até hoje. Sucesso confirmado puxando blocos em micaretas e festas na Bahia, em Aracaju, ou pelo mundo a fora. A banda Eva é figurinha marcada no pré-caju e se espera que na edição de 2009 seja transmitida a mesma energia na avenida que pode ser constatada em 2008.

O que esperar do show?

“Não precisa mudar…” Banda Eva nunca é demais! Depois de ter embalado o bloco Eva no précaju 2008, epsera-se que neste show seja demonstrado todo gás da banda para o próximo précaju. Canções antigas misturadas as novas e o público interagindo com a banda, como de costume. Saulo Fernandes contagiando a galera. Axé muito axé, regado de paz de espírito.

.

vinicius ac diz:

Forró do Muído

O Forró do Muído surgiu da idéia de montar uma banda de forró pé-de-serra que atraísse forrozeiros de todas as idades. Em minha opinião, o grande atrativo da banda é a forma como se dá o resgate do forró tradicional, seja na mescla da mais pura tradição da zabumba, sanfona e triângulo, com a juventude dos integrantes da banda, seja nas letras de muitas músicas novas  que estes cantam e tocam.
Suspeito que seja uma ótima banda, afinal está no mercado há pouco tempo, apenas oito meses, e mesmo assim já está fazendo muito sucesso. Tocam um forró teoricamente de apelo menos popular, e mesmo assim, estão decolando bem, como a banda Aviões fez um dia.

O que esperar do show?

Sou forrozeiro. Gosto de ouvir e dançar forró. Como é uma banda nova, nunca fui para um show deles. Mas boto fé no estilo e na coragem deles em apostar num pé de serra ao mesmo tempo tradicional e renovado, acho legal isto. Boto fé no currículo do cantor, das cantoras (e que cantoras) e no pessoal que está dando suporte à banda.
Ou seja, acredito que será um ótimo show de forró. Quem for não vai se arrepender. Botem fé, pois as vozes de Simone, Simara e Binha Cardoso já conquistaram o público cearense, e não deve ter sido à toa.

.

O evento conta ainda como axé do Alexandre Peixe e ainda mais forró pra agitar a galera com a banda Caviar Elétrico. É ou não é para se esbaldar a noite inteira? Com par ou sem par, a ordem é não ficar parado e se divertir muito!

.

Como foi o Show?

O show marcou o lançamento do bloco Eva para o pré caju 2009. Iniciando com Forró do Muído, que garantiu agito dos até então poucos presentes com muito forró. A banda contagia pelo fato de os vacalistas brincarem no palco e interagem com o público. Quase duas horas de um repertório recheado de diversidade, desde músicas interpretadas por bandas como Aviões do Forró e Cavaleiros, até o famoso Créu, dançado pela vocalista Silmara de forma inigualável (meio maluquinha). Fim da apresentação do Forró do muído, adentra o espaço o trio com a Banda Eva, a atração principal do evento, Saulo puxa a galera cantado Rua 15: “Ô zuzum bá zumbaiôba Oba oba oba…” fez todo mundo tirar o pé do chão. Das canções mais antigas: “Flores”, “Eva”, “Me Abraça”, as mais recentes: “Marley”, “Mais do que preciso”, entre outras, o repertório não deixou a desejar. “Anjo” e “Não precisa mudar” embalaram muitos beijinhos e carinhos, dos namorados e dos que se encontraram lá pela primeira, segunda ou terceira vez, isso não importa, o romance também teve vez no show da banda Eva.  O show foi ótimo. Alexandre Peixe entra para finalizar a noite, interpretando sucessos de sua autoria, que em sua maioria fizeram sucesso na trajetória de outras bandas: Babado Novo, Chiclete com Banana e outras mais. Muito agitado o show, divertido e, apesar de ser final de festa, o público ainda estava com todo gás.

Observações:

  • Tinha pouca gente, mas com a quantidade de eventos em todo canto do Estado num mesmo fim-de-semana era de se esperar. O bom é que a quantidade foi suficiente, nada de apertos, o espaço estava bem distribuído e a galera ficou confortável. Acesso aos banheiros e bares estava facilitado por conta da pouca quantidade de gente e do número suficiente de “box” disponibilizados pela organização do evento.

Pontos críticos do show? E teve? Teve sim…

  • Muita briga, muita briga mesmo. A primeira que vimos foi entre um garoto que estava trabalhando como cordeiro do trio do Forró do Muído e um folião. Feio, principalmente por ter envolvimento de alguém que estava ali à trabalho.
  • Nota zero para muitos foliões que parecem ter saído de casa com a intenção de brigar. Este tipo de compotamento vem crescendo em Aracaju, principelmente em show de axé. Ridículo ouvir Saulo Fernandes se desculpando por ter que interromper sua apresentação por conta de uma confusão dos briguentos, segundo o próprio, são os menininhos que ficam bombando nas academias só pra exibir um bicéps e arranjar confusão. Uma sugestão: melhor ficar agarrado numa gatinha do que se pegar com os marmanjões.
  • Nota zero também para os adolescentes que encheram a cara no início do evento, ficaram bêbados, caindo no chão e acabaram perdendo o bom da festa. Ae, beber é muito bom, mas tem que saber dosar. Aquela história de não vender álcool para menores de 18 fica meio dificultada quando o adulto responsável é quem compra a bebida. Consciência pessoas, as crianças que vocês adultos levam aos shows podem não te eixar fazer jus ao título de “responsável”.
  • A situação mais crítica: depois de uma briga, um garoto ficou caído no chão, desmaiado, com um ferimento na cabeça e foi retirado do local sem nenhum cuidado pelos seguranças. Nessa hora eu me perguntei sobre o atendimento médico, existia? Era suficientemente treinado? Por que ninguém da coordenação ou da segurança chamou o socorro médico? E agora me pergunto como ficou o menino,  nas condições em que ele se encontrava e pelo ferimento na cabeça, o modo como foi retirado do local pode ter lhe trazido alguma sequela.


Cobertura: Samara Kenia e Luana Luduvice

No geral, tivemos mais um grande evento produzido pela Augustu’s produções, que de um lado merece parabéns e da parte do público um gostinho de que se pode melhorar em comportamento. O próximo, com força total, será o lançamento do Nana. Nana Fest com Chiclete com Banana, Cavaleiros Elétrico e Parangolé… Nó vemos lá!


Data

  • 08/11/2008 – 22 horas

Atrações

  • Banda Eva

  • Alexandre Peixe

  • Caviar Elétrico

  • Forró do Muido

Preço/Local

  • R$ 25,00 (Pista Meia)

  • R$ 50,00 (Pista Inteira)

  • Praça de Eventos – Orla de Atalaia

Ponto de Vendas

  • Central do Pré-Caju

Odonto Fantasy 2008 (22/11/08) – Capital Inicial, Netinho, Voa Dois e mais 12 atrações

Link para a cobertura da Odonto Fantasy 2009


e_banner_700x96px

“Você acredita que tem gente que acha que a imaginação é uma forma de pecado?
Reprimir nossas fantasias é uma amputação.

odonto_fantasy_2008_deusa41

A gente é o que a gente vive e também o que a gente delira, sonha, projeta, inventa, reconstrói, ousa, verbos raramente praticados no nosso santificado dia-a-dia.

[…]

Levantamos todo santo dia com disposição: da cama pro banho, do banho pro trabalho, dia após dia sem exaurir-se, porque faz parte da vida seguir as regras.
Não há nada de errado com isso, mas…. Mas não há só isso. E o nosso lado Marylin Monroe? Ou pitbull?

Tudo o que nos fascina, horroriza e diverte: por que não experimentar sem sair do lugar?Fantasiar é inofensivo, saudável e de graça. Ajuda a perder peso e a não perder o controle. Muito pelo contrário: quem tem medo do próprio pensamento é que já está comprometido.”

Trechos do texto: O direito à fantasia de Martha Medeiros


MAIS FOTOS:

abaladaonline

plugmania

aracajufest – fotos – parte1
aracajufest – fotos – parte2

badalando ( cobertura oficial – parceiros da organização da festa)

  1. camarote
  2. individuais
  3. duplas
  4. duplas
  5. grupos
  6. grupos

Vem aí Odonto Fantasy 2008…

“A primeira Odonto Fantasy aconteceu em 1998, quando jovens universitários reuniram amigos fantasiados para uma noite única e irreverente. A idéia deu certo, e a festa cresce progressivamente desde então. Hoje são milhares de festeiros que passam boa parte do ano na expectativa da melhor e mais divertida badalação de Aracaju.
Grandes atrações já se apresentaram no palco da Odonto Fantasy, que dá espaço a todos os estilos musicais, para agradar aos mais variados gostos. A intenção da festa é misturar tudo o que há de bom: música boa, alto-astral, gente bonita, criatividade, animação e muito pique pra dançar a noite inteira.
Quem conhece a festa vira fã, e a cada ano leva uma turma ainda maior, e como em todo grande evento, vem muita gente de fora. Os baianos já incluíram a Odonto Fantasy em seu calendário de farras. Os alagoanos e pernambucanos também são presenças garantidas, e nas últimas edições, cariocas, mineiros, paulistas e tantos outros turistas vieram sentir o clima do mundo da fantasia.
Não só o público espera ansiosamente pela festa, mas também quem sai ganhando com ela: costureiras, armarinhos, estilistas, ambulantes, maquiadores, taxistas e todo o setor hoteleiro. Também há centenas de empregos diretos gerados para que tudo ocorra perfeitamente. É uma imensa estrutura de iluminação, som, segurança, bares e tudo que se faz necessário em grandes eventos. A Odonto Fantasy é diversão garantida, segura e confortável.
A agitação começa meses antes, quando todos começam a pensar no que vão vestir, já que o público é sempre a atração principal. A criatividade do brasileiro se mostra por completo nas fantasias incríveis que o pessoal usa. E depois da festa, não se fala em outra coisa, a repercussão é imensa, todo mundo comenta e se empenha em votar nas melhores produções da noite. Os vencedores levam ótimos prêmios, e se empolgam ainda mais com a Odonto Fantasy do ano seguinte.
Só quem participa da Odonto Fantasy conhece a diversão sem limites, e se apaixona por essa festa que proporciona momentos inesquecíveis. Este ano, em sua 11ª edição, a Odonto Fantasy já tem ares de festival, e terá mais de 15 atrações em 5 ambientes.”

Fonte: (::: Equipe Odonto Fantasy :::)

Tudo que há de bom está aqui…

Na edição deste ano, a Odonto Fantasy vem mais uma vez permitir ao público a expressão de sua criatividade e imaginação, junto com a oportunidade de ser quem e o que quiser, numa festa em que é proibido não fantasiar. Muita gente acha que o sentido da festa está envolto somente no fato de se usar uma fantasia, mas acredita-se que a idéia ultrapassa essa barreira. Não se trata somente de vestir uma roupa que foge à sua regra cotidiana, vestir a fantasia é soltar as amarras da realidade, soltar a imaginação e poder viver o personagem que preferir.

Na Odonto Fantasy tudo é permitido, sonhar, fantasiar, curtir… Vive-se o desenho do carnaval, em seu sentido de libertação, onde as regras são abaláveis e onde as diversidades se confundem em essência, fazendo da diferença a igualdade. Odonto Fantasy é a festa dos opostos, do complexo, é o momento no qual a realidade fica surreal.


É verdade que o único ingrediente essencial para uma excelente fantasia é a criatividade. Com criatividade pode-se fazer a melhor das fantasias, mesmo com pouco ou nenhum recurso, mas também é verdade que a criatividade é prima-irmã do luxo, e muito amiga da sofisticação. Sendo assim, numa mega festa a fantasia como a Odonto Fantasy, esperada ansiosamente durante todo um ano, é bastante comum ver jovens de todas as tribos, estilos e idades capricharem ao máximo na produção. Em função da Odonto Fantasy, toda uma cadeia produtiva é movimentada, o que aumenta assustadoramente (ou alegremente, depende do ponto de vista) a procura por costureiras e estilistas, o movimento em lojas de tecidos, armarinhos, lojas de aluguel e vendas de fantasias. Nesta edição, as melhores fantasias serão novamente muito bem premiadas, colocando ainda mais fogo no desejo de desfilar com o que há de melhor e mais criativo.

Todo mundo ganha com a Odonto:

Na sua primeira versão, em 1998, a Odonto Fantasy foi apenas mais uma boa festa de estrutura discreta montada com o objetivo de arrecadar fundos para uma formatura. Dez anos depois, chega a ser surreal passear por Aracaju na noite da odonto, tamanha a quantidade de pessoas com as mais diversas fantasias andando pelas ruas. A Odonto Fantasy tornou-se um mega evento que movimenta o comércio local e atrai caravanas de baianos, alagoanos, pernambucanos, além de outros turistas de todo o Brasil, provocando uma saudável e vertiginosa subida na taxa de ocupação dos hotéis.

As atrações que vão agitar o Sítio Terêncio:

Como esperado, a Odonto Fantasy vem novamente recheada de atrações para entreter o público, em ambientes variados atendendo a todos os gostos. Este ano a festa contará com a presença do Capital Inicial, do cantor Netinho e da Banda Voa Dois no palco principal.

.

Netinho

O cantor Netinho emplacou sucessos no final da década de 80, ao lançar-se na música como vocalista da Banda Beijo. Permaneceu na banda até 1992, quando desligou-se para tentar carreira solo. Logo em seguida cantando “Menina”, torna-se top nas paradas de sucesso. Crescendo na carreira solo, paralelo a evidência adquirida pela Axé Music, Netinho coloca mais músicas nas paradas, como “Preciso de você”, “Mila”, “Fim de semana”.

Netinho passou um período investindo em outros setores de sua vida e, depois de um momento afastado de shows e sem lançar hits novos, retorna com força total em 2008, quando no mês de Julho lançou no mercado seu novo cd intitulado Minha Praia. Os projetos para a retomada da carreira sãos muitos, inclusive uma gravação de dvd em Porto Seguro – BA.

O que esperar do show?

Axé, muito axé! Netinho incendiou o palco da Live no dia 03 de outubro na festa de lançamento do site da Odonto Fantasy, um tipo de prévia do que vai acontecer dia 22 de novembro no Terêncio. Sucessos antigos misturados aos novos sucessos, vão mexer com a cabeça do “folião” da Odonto Fantasy. A prosposta é fazer a galera tirar o pé do chão. E podemos esperar também aquela velha movimentação de fãs-clubes cativos que acompanham o Netinho desde o início de sua carreira.

Capital Inicial

Capital Inicial é um grupo formado em Brasília no ano de 1982, depois que o grupo Aborto Elétrico se dissociou e encerrou suas atividades. Nos últimos anos sofreua grandes modificações em seu estilo, tendo como maior influência o rock inglês. Composta por Dinho Ouro Preto, Flávio Lemos, Fê Lemos e Yves Passarel, o Capital Inicial tem uma história tão agitada quanto sua presença em palco. “Natasha”, “Música Urbana”, “Fogo”, “Tudo que vai”, entre outras, são canções que estão na boca do povo e que marcaram época. Em 2007 o grupo Capital Inicial lançou o cd intitulado Eu nunca disse adeus, que traz as canções “Aqui” e “Eu nunca disse adeus” como carros-chefe do trabalho.

O que esperar do show?

Em janeiro deste ano pudemos constatar a energia dos quarentõs do Capital Inicial em apresentação realizada na Praia de Atalaia no primeiro dia de show do Projeto Verão 2008. A banda reuniu, em plena quinta-feira, um público de cerca de 150 mil pessoas, de variadas faixas etárias. É uma boa aposta de atração, tendo em vista a aceitação da banda, que parece rejuvenescer com o passar do tempo e garantir mais espaço e mais fãs. Capital Inicial no palco é eletrizante. Podemos esperar um envolvimento com a banda, como se fossemos o ‘quinto elemento’. Depois, o gostinho da realização, do bis, bis, bis…

Voa Dois

Voa Dois é fruto da nova safra de talentos que vem surgindo com a renovação do axé music na Bahia. Comandada pela dupla Fredd Moura e Katê. A banda surgiu no segundo semestre de 2006 e já em 2008, em sua primeira participação no carnaval de Salvador, foi premiada com o trofeu Dodô e Osmar nas categorias Banda Revelação, Cantor Revelação e Cantora Revelação.
A banda Voa Dois costuma diferenciar-se com uma linguagem própria, dentro do universo de bandas de axé, mas sem fugir das raízes do Carnaval e da música baiana.

O que esperar do show?

Mais axé, muito axé! Porém com uma roupagem um pouco diferenciada, influenciada pelo talento e pela juventude dos vocalistas, dos músicos e da própria banda em si. Também pelos mesmos motivos, podemos esperar muita vontade de mostrar serviço, o que é ótimo para nós, “o público”.

.

Odonto 2008:

Skol Beats

Como sempre a folia da Odonto Fantasy divide-se em diversos ambientes para atender a preferência de todo o tipo de público, além destas atrações que farão tremer o palco principal, a festa conta com a presença de outras bandas e Dj’s que irão se apresentar em palcos alternativos. No Palco Alternativo, a mistura de ritmos com o samba da Só Lamento, o Rock/Pop da banda Alapada e o reaggae da Oganjah. Na Tenda de Forró, Pedro Henrique e Gabriel, Samfanoda e Zé Tramela vão garantir o “rala-buxo” com muito forró e sertanejo. E a Tenda Skol Beats recheada de música eletrônica.

Data

  • 22/11 – Odondo Fantasy

Preço/Local

  • R$ 40,00 (2º Lote – Aceita Banese Card)

  • Sitio Terêncio – Aracaju

Atrações

  • Palco Brasil (Principal)

    • Capital Inicial (10:30h)

    • Netinho

    • Voa Dois

  • Palco Aracaju (Alternativo)

    • Só Lamento

    • Alapada

    • Oganjah

  • Arraiá da Odonto (Tenda do Forró)

    • Pedro Henrique e Gabriel

    • Samfonada

    • Zé Tramela

  • Tenda Skol Beats

    • 22:00 – Hitech System (SE)

    • 00:00 – Ingrid (SP)

    • 01:30 – Nando Du B (PE)

    • 03:00 – Marky (SP)

    • 04:30 – The First Stone (BSB)

    • 05:30 – Hinnergy (SE)

    • 06:30 – Proagressivo (SP)

.

Ponto de Venda

  • Loja Odonto Fantasy – Shopping Riomar

  • Le Biscuit – Shopping Riomar

  • Autopeças Tornauto

  • Também existem pontos de venda em  Maceió e Salvador

Capriche na fantasia: É galera… a Odonto Fantasy 2008 está chegando e aquela velho problema chamado “com que fantasia eu vou?”, começa a ficar cada vez mais forte. Como sempre, vamos tentar dar uma forcinha, mas antes, vou (vinicius ac) botar um pouco de lenha na fogueira mostrando as premiações.

  • Categoria Individual: Se você for com a melhor fantasia da noite, volta para casa com uma bela viagem paga para Fortaleza-CE, com direito a: Passagem aérea + 02 noites de acomodação com café da manhã incluso + passeio de 01 dia no Beach Park.
  • Categoria Casal: O casal mais criativo ganha 03 noites em Porto de Galinhas – PE, com direito a café da manhã. (este é meu o/ )
  • Categoria Grupo (04 pessoas): A galera que mais se destacar ganhará abadas para os blocos “A Barca”(sexta-feira) e “Trimix”(sábado), puxados por Netinho no circuito Barra-Ondina, no carnaval 2009 de Salvador.

Agora uma forcinha de aamigos para aamigo. Se você, assim como eu, ainda não tem muita idéia de que fantasia vai usar, dê uma olhada nestas aí de baixo, quem sabe assim num bate uma inspiração ( funcionou comigo 🙂 ):

1ª Leva: Fantasias 01, Fantasias 02, Fantasias 03, Fantasias 04, Fantasias 05, Fantasias 06, Fantasias 07, Fantasias 08, Fantasias 09, Fantasias 10

2ª Leva: Fantasias 11, Fantasias 12, Fantasias 13, Fantasias 14, Fantasias 15, Fantasias 16 , Fantasias 17, Fantasias 18, Fantasias 19, Fantasias 20

3ª Leva: Fantasias 21, Fantasias 22, Fantasias 23Fantasias 24, Fantasias 25, Fantasias 26 , fantasia 27, Fantasias 28, Fantasias 29, Fantasias 30

4ª Leva: Fantasias 31, Fantasias 32, Fantasias 33, Fantasias 34, Fantasias 35, Fantasias 36 , Fantasias 37, Fantasias 38, Fantasias 39, Fantasias 40

5ª Leva: Fantasias 41 Fantasias 42, Fantasias 43, Fantasias 44, Fantasias 45, Fantasias 46, Fantasias 47 , Fantasias 48, Fantasias 49, Fantasias 50

Em breve disponibilizaremos informações sobre vans e topics que farão o traslado para o Sítio Terêncio e também alguns endereços de lojas de aluguel de fantasia.

Dica importantíssima: Escolha sua fantasia e curta muito o evento. Prepare um esquenta para enfrentar o trânsito inevitável, já que Aracajuano que se preze sai na mesma hora que os outros de casa, você tem a opção de sair mais cedo, mas é duro perder a folia do engarrafamento, quando o amigo motorista sofre por não poder largar o carro no meio da rua e cair na bagunça…

Como chegar na Odonto Fantasy

Odonto Fantasy - Mapa para Terêncio (legendado)

Curiosidades:

  • A primeira edição da Odonto Fantasy  teve 2 atrações e público de 500 pessoas.

  • A festa já aconteceu em 5 lugares diferentes.

  • Até o ano passado, 45 atrações haviam passado pelos palcos e tendas da Odonto Fantasy.

  • A soma dos públicos de todas as edições é de 130.000 pessoas.

  • Em uma década, 4.148 pessoas trabalharam diretamente na festa.

  • A comunidade do Orkut tem mais de 6.500 pessoas, e desde 2006, mais de 65.000 pessoas já visualizaram os perfis da festa.

  • Pesquisando por Odonto Fantasy no Google, são encontrados aproximadamente 37.800 resultados .

Fonte: (::: Equipe Odonto Fantasy :::)


Padre Fábio de Melo em Aracaju (24/10/2008)

Um dos eventos mais esperados do ano. Este show fez parte da turnê que lançou o novo CD do Padre Fábio de Melo intitulado “Vida”, com sucessos como: O Caderno, Tudo é do Pai e outras canções de cantores populares como: Roberto Carlos, Lulu Santos e outros. Mineiro de origem humilde, foi ordenado sacerdote aos 30 anos de idade e atua hoje na Diocese de Taubauté, São Paulo. Há algum tempo vem ganhando espaço na mídia, devido aos seus trabalhos enquanto compositor, intérprete e escritor.

Assim como o padre Marcelo Rossi, Padre Fábio valoriza a religiosidade em suas música, mas em termos de comparação há quem diga que ele é o “novo Fábio Júnior”, devido ao assédio feminino à sua pessoa. Padre Fábio de Melo valoriza também as mulheres e em algumas de suas obras “fala” diretamente com elas, lhes transmite mensagens que penetram seu íntimo e o retorno, é claro, vem em forma de idolatria.

Suas obras são as representações de seus pensamentos, Padre Fábio não se contenta em enxergar o mundo e guardar para si esta visão, ele escreve suas canções e seus livros como uma forma de compartilhar seus desejos, contentamentos, suas indagações, seu eu. Na sexta-feira dia 24 de Outubro, no ginásio Constâncio Vieira, seus fã poderão acompanhá-lo cantando seu repertório embalado por canções inéditas do seu novo álbum: “Tudo é do Pai”, “Vida”, “O caderno”.

Como foi o show?

Como era de se esperar, os ingressos esgotaram-se. O Constâncio estava lotado. O show foi regado por uma sensação de paz, transmitida pela voz suave do cantor. Mesmo com alguns gritos mais eufóricos de algumas fãs mais assanhadas, manteve-se a atmosfera de fé e paz.

Quem foi ao show esperando um grande espetáculo não se decepcionou,. Na minha(Danyel) opinião, todas expectativas foram superadas. Vale destacar os seguintes pontos:

  • A abertura com as palavras do Bispo Dom Lessa
  • O show durou mais de 2 horas, foi tempo excelente pra satisfação do público
  • A estrutura estava boa apesar de não ter precisado de muita modificação no espaço do evento
  • O local deixou um pouco a desejar, porque ficou muita gente querendo entrar, mas os ingressos foram esgotados com antecedência. Se fosse em um lugar maior teria ido muito mais pessoas e mesmo assim haveria mais conforto para o público

O único problema foi o calor. Espero que da próxima vez que acontecer um show desse porte, a organização estude um lugar que acomode mais pessoas e sobre mais espaço para a galera circular.

Ressaltando outros pontos do show. Houve muita emoção e as palavras do Padre Fábio de Melo fizeram o público vibrar. Também foi emocionante ouvir as músicas cantadas por ele acompanhadas por um coro de de mais de 5 mil vozes. Além disto, o Padre Fábio de Melo também apresentou sua mãe e elogiou a nossa cidade dizendo: “Aracaju é uma cidade acolhedora”, mais uma vez fazendo a galera vibrar.

A organização está de parabéns por este evento que deixou um gostinho de quero mais.

Data/Hora

  • 24/10 – 20h

Preço/Local

  • Ingressos Esgotados
  • Ginásio Constâncio Vieira – Aracaju

Trabalharam na cobertura deste evento:
Danyel – Credenciamento, texto e fotos
Samara – Texto

Samba Aracaju 2008

? “Quem não gosta de samba bom sujeito não é…”

Alô galera do samba, chegou a hora!!! Dia 16(domingo) de novembro aconteceu o Samba Aracaju 2008.

O evento foi ótimo. Todos fizeram o seu papel, os artistas, a organização e, é claro, o público. E, como todos sabem, quando este trio está afinado não tem como ser ruim. Foi samba no pé e no coração. Parabéns galera do  samba!! Parabéns Samba Aracaju 2008!!! Só sucesso! o/

Estrutura: Como prometido pela organização, a festa contou com ótima estrutura que comportou confortavelmente o grande público presente. Banheiros, quantidade de bares, espaço livre para a galera  recuperar o gás e voltar com tudo a sambar, lanchonetes, etc…   A única observação que tenho a fazer é em relação a quantidade de caixas ativos nos bares e a morosidades destes no atendimento, o que gerou grandes filas e atrapalhou um pouco a vida do público (o caixa que me atendeu, por exemplo, fez a conta na calculadora de um celular, que tava sendo usado por ele e pela caixa do lado, assim num tem jeito de num ficar lento. Detalhe, ele errou a conta). Não fosse isto, estaria tudo perfeito no quesito estrutura montada para o conforto e a alegria do público presente.

Segurança: A organização prometeu que a segurança seria reforçada por uma empresa privada, que ao lado da polícia militar, polícia civil e bombeiros, ajudaria a manter a paz e a tranqüilidade da festa. Esta promessa, na minha avaliação, foi muito bem cumprida, pois, mesmo com um público muito grande, não ocorreram grandes confusões ou coisas do gênero.  Ocorreram alguns incidentes isolados, mas a violência, como tem que ser sempre,  foi um personagem insignificante. O grande personagem foi a alegria. Foi um exemplo da galera do samba para todos os públicos.

Cinco ótimas atrações garantiram a alegria da festa. Lá no final, está o texto sobre como foram os shows destas atrações.

Atrações:

Belo

O cantor Belo sempre esteve ligado a música. De origem humilde, ainda criança aprendeu a tocar cavaquinho estimulado pelo pai. Profissionalmente falando, Belo começou a embalar sua carreira quando entrou para o grupo Soweto. Junto com o Soweto e depois, em carreira solo, fez grande sucesso e vendeu milhões de cópias de seus CD’s / DVD’s.

O que esperar do Show?

Belo pode ser considerada uma das atrações mais esperadas deste evento, visto que sua presença em Aracaju não é tão frequente e sua aparição em palco é cercada de limitações. Todo mundo quer apreciar Belo em atuação cantando grandes sucessos emplacados enquanto ainda era vocalista do Grupo Soweto e todo o seu repertório de carreira solo.  O que esperar desse show? Pergunta meio dificil de responder em um textinho, já que a expectativa é muito grande. Mas é certo que se presencie um espetáculo repleto muito romantismo nas letras e na apresentação, além da participação eufórica dos fãs (muitos gritos das fãs) e aquele balanço gostoso que só o pagode de qualidade tem. Será um ótimo show, afinal, Belo não se tornou tão famoso a toa. O carisma é uma forte referência quando se fala de Belo.



ExaltasambaExaltasamba

Exaltasamba é quase uma lenda do pagode brasileiro. São mais de 20 anos de carreira embalados por muita música. Haja suingue e história para contar, talvez esteja na hora de escrever um livo 🙂 .

Os integrantes da banda são: Péricles (banjo e vocal), Pinha (repique de mão), Thiaguinho (banjo e vocal), Brilhantina (cavaco) e Thell (tantã).  Tudo começou em São Bernardo do Campo (SP), quando os primeiros integrantes se reuniram e lançaram a música “Quero Sentir de Novo”, um dos grandes hits do primeiro álbum da banda, “Eterno Amanhecer”.  O segundo trabalho, “Encanto”, estreitou ainda mais a relação com o público, pois foi quando o Exaltasamba começou a participar de programas de rádio e televisão. A partir daí vieram muitos sucesso, alguns deles são: “Telegrama”, “Luz do Desejo”, “É Você”, entre outros… Porém foi com a música “Me Apaixonei Pela Pessoa Errada” do CD “Cartão Postal” que a banda estourou pra valer. Foram muitos prêmios importantes e milhões de discos vendidos. Depois disto, veio o álbum “Exaltasamba Ao Vivo” que foi feito em 2001 e teve o repertório montado a partir de sugestões dos fãs por cartas e e-mails. E assim os CDs / DVDs sucederam-se pelos mais de 20 anos de estrada. Veja mais alguns deles: “Alegrando a Massa”, “Esquema Novo”, “Todos os Sambas Ao Vivo” (1º DVD) e “Pagode do Exalta”.

O que esperar do Show?

São tantos sucessos que não dá para o show ser ruim. Soma-se isto a qualidade musical da banda, pronto, está garantido um Espetáculo (com “E” maiúsculo).  Exaltasamba é figurinha carimbada em Aracaju, isso devido a competência dos “caras” quando o assunto é samba. A atenção aos fãs aracajuanos também é motivação para que se deseje sempre o Exaltasamba na cidade. Podemos esperar muita música boa e bem tocada, muito molejo, muito suingue, muito bom humor e também, é claro, mais omantismo. Um show que se pode comprar aos anteriores, mas que ao mesmo tempo terá seu tempero todo especial, pois quando Exaltasamba faz um show, não se pode considerar que foi “mais um” como se todos fossem iguais, sim que foi singular assim como é. Será uma ótima oportunidade de apreciar aquele pagodinho gostoso de primeiríssimo que todos nós adoramos e que nem sempre toca ao vivo por estas bandas.
.

Rodriguinho

O cantor Rodriguinho lança em 2008 seu cd/dvd intitulado “Uma história assim“, umtrabalho que mostra sua habilidade enquanto compositor, interpréte e, agora também, roteirista e diretor. No dvd as músicas de Rodriguinho são apresentadas como um musical que tem todo o crédito da produção voltados ao cantor. Rodriguinho segue carreira solo ao longo de quase quatro anos desde sua separação do grupo Os Travessos, no qual sua voz deu “vida” a sucessos como “Quando a gente ama”, “Sorria que eu estou te filmando”, entre outros. Hoje, Rodriguinho se mostra em maturidade enquanto artistas, já que foi paciente o sufciente para marcar seu nome nas paradas do samba e em atividades que ultrapassam sua imagem de intérprete. Além de trazer ao mercado uma nova marca em termos de produtora, pois Rodriguinho tem em seu nome a Família, marca registrada da podutora e gravadora que colocou em prática em conjunto com sua mãe e irmão, agregando toda família no corpo técnico de seu show.

O que esperar do Show?

Mais euforia dos fãs, Rodriguinho é um dos queridinhos do pagode. Suas canções embaladas pelo romantismo (que vai ser marca do evento) vão tornar ainda mais apaixonados os coraçõezinhos presentes. Pela segunda vez em Aracaju num intervalo de pouco mais de um mês, Rodriguinho pode até repetir o repertório do último evento, mas pode-se esperar surpresas.

..

Forte Desejo

O grupo Forte Desejo é atração aracajuana no Samba Aracaju. O Forte Desejo é o antigo grupo Papo de Samba, que apresenta ainda uma integração ousada em termos de estilo musical na cidade. Acostumados com a tomada de ritmos tipicamente baianos, os aracajuanos abrem esaço para o samba típico carioca, voz do boêmio cheio de sentimentos, e o  Forte Desejo é uma das mais fortes expressões da musicalidade e do romantismo pagodeiro no estado.

O que esperar do Show?

A banda tem público cativo acompanhando seu trabalho onde quer que vá. Forte Desejo vem com tudo, trazendo um repertório repleto de sucessos para fazer o público vibrar. Vai ser difícil não dançar com a música “Me Espera”, grande sucesso do grupo. De sergipano para segipeno, muito samba na veia.
..

Revelação

O grupo Revelação lança seu novo trabalho, “Aventureiro”, considerado pelo vocalista Xande o melhor cd já gravado pelo grupo, que, apesar de possuir autoria de inúmeras canções, preferiu desta vez abrir mais espaço para obras de outros compositores. A história do Revelação vem sendo construída ao longo de anos, acumulando seguidores fiéis e marcando o grupo como referência para quem pretende ritmar-se com o autêntico samba fundo e quintal. “Aventureiro” é a música que dá nome ao álbum e vem acompanhada por outras que tendem a fazer grande sucesso, assim como “Lá vem ela”, “Viajei na Ilusão” e “Medo de Amar”, grande aposta do grupo para colocar-se nas paradas de sucesso.

O que esperar do Show?

Em 30 de setembro de 2007, o grupo Revelação marcou sua presença na edição anterior do Samba Aracaju trazendo seu show “Velocidade da Luz”. Este ano a ansiedade é inevitável na espera de conhecer mais um trabalho desta banda de enbergia contagiante. Muito samba “raiz”, pagodinho de fundo de quintal, melodia vibrante e letras envolventes, é o que se pode aguardar do show do Revelação. Muito samba no pé do público e coro unificado cantando antigos e novos sucessos da banda.

.

Relatorio do evento (continuação)

Para quem queria se esbaldar ao som de um samba de qualidade, ver gente boa reunida e poder por alguns momentos libertar o corpo e cair na dança, o Samba Aracaju foi a pedida. Com atrações de peso não teve quem ficasse parado: “tá afim de sambar pode chegar”… Realmente, até para aqueles que acham que não tem molejo no corpo e samba nó pé, foi difícil não se deixar levar pelo ritmo e não mais que de repente perceber-se mexendo mais que o dedinho indicador…

Notava-se logo na chegada a ansiedade da galera que fazia fila esperando os portões se abrirem. Bebendo e dançado do lado externo ao que estava designado ao evento, de som de carro a batidinha de pandeiro, o que se via era alegria. Pra esquentar, em cima do mini trio Fofinho, a banda Ultrasamba interpréta sucessos de todas as grande atrações da noite. Destaque para a empolgação do grupo, que não queria de jeito nenhum parar de cantar, fazendo necessário que o locutor do evento pedisse encarecidamente que o show se encerrasse, pois era a hora de Rodriguinho subir ao palco e dar sequência a ordem “cronológica” das apresentações. Quem viu o dvd do Rodriguinho não podia esperar menos do que se pode ver no palco, o show foi nota mil e a galera cantava junto desde os sucessos antigos como “Quando a gente ama”, “Adivinha” aos mais recentes.

Os shows, como tinha que ser, foram o ponto algo da festa. Todas as atrações deram o melhor em apresentações de altíssima qualidade.

Observação (o problema dos tickets)

Apesar de termos adorado o Samba Aracaju 2008, apesar de termos achado a organização muito boa, o que se refletiu em muitos e muitos elogios feitos aqui neste site. Houve uma pequena falha. Pequena mas muito incômoda. Em nossa opinião foi falha e desrespeitosa a atitude de não aceitar de volta os tickets do bar não utilizados. Muita gente comprou em quantidade justamente para minimizar o problema de ter que passar tempo demais nas filas dos caixas, ou seja, comprou com ótimas intenções, mas na hora de ir para casa teve a desagradável surpresa de que os poucos tickets restantes não poderiam ser devolvidos. É bastante comum trocar os tickets restantes por dinheiro nas festas, realmente não entendi porque no Samba Aracaju isto foi proibido. Considerando o tamanho da festa, o zelo na organização como um todo e muitos outros pontos positivos, este problema chatíssimo se torna até pequene, mas como eu temos certeza que a intenção da organização da festa é melhorar a cada ano, esperamos que em 2009 esta falha seja corrigida e a festa se torne ainda mais perfeita.

não é permitido votar diversas vezes seguidas
para ver os resultados click em View Results

.

Fotos do evento:

.


Data/Hora/Local

  • 16 de novembro
  • A partir das 16h
  • Orla de Atalaia

Preço (ultimo lote)

  • R$ 40,00 (pista)
  • R$ 60,00 (área VIP) (estão esgotando)

Ponto de Venda

  • Tia Maria
  • Mistão(Av. Augusto Franco e João Alves)
  • Casa do Fio
  • Lojas Imperador
  • Stands da Bomfim( Rodoviária Nova e Velha – Shopping Riomar e Jardins)
  • Bar Coqueiral *
  • San Choppança *
  • Churrascaria D.Pedro I *

Os pontos de venda marcados com (*) aceitam banese card ( em 2x ), os outros só vendem a vista

Entrega das Camisas

  • Local:
    • Lojas Mistão (Avenida Augusto Franco e do Conjunto João Alves)
  • Data/Hora
    • 14/11(das 14ás 18hs), 15/11(horário comercial) e no dia 16/11até o meio dia.

Cor das Camisas

  • Pista
    • Amarelo e Preto
  • Área Vip
    • Rosa e Branco

Atrações

  • Belo
  • Rodriguinho
  • Revelação
  • Forte Desejo
  • Exaltasamba
  • Grupos locais


ESQUENTA: Ensaio do Samba Aracaju 2008

Domingo, dia 09 de novembro o Bar e Restaurante Coqueiral recebeu o grupo Forte Desejo e convidados para aquele sambinha de primeira. Foi uma pequena prévia do Samba Aracaju 2008. Os AAmigos estiveram lá para registrar tudo e, é claro, para curtir este sambinha de primeira, afinal… “?  Quem não gosta de samba bom sujeito não é…””. Confira:


Prévia Samba Aracaju 2008 - Bar CoqueiralPrévia Samba Aracaju 2008 - Bar Coqueiral
Forte Desejo na prévia Samba Aracaju 2008 - Bar CoqueiralForte Desejo na prévia Samba Aracaju 2008 - Bar Coqueiral
Forte Desejo na prévia Samba Aracaju 2008 - Bar CoqueiralForte Desejo na prévia Samba Aracaju 2008 - Bar Coqueiral
samba-aracaju-previa09-11-2008-img-8Prévia Samba Aracaju 2008 - Bar Coqueiral
Bruno Sorriso e Thiaguinho do ExatasambaKatia Suzana e o empresário da Forte Desejo

Para relembrar:

Samba Aracaju 2007 – Grupo Revelação
Samba Aracaju 2007 – Exaltasamba


Projeto “Eu Faço Cultura” (EFC) traz: Nando Reis – Luau MTV – Aracaju (02/11/2008)

O que é o projeto?

O Projeto EU FAÇO CULTURA é uma inciativa da FENAE (Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa) que desenvolve semanas culturais por diversas cidades brasileiras. Os recursos inicialmente voltados para o evento provém de parte do imposto de renda de trabalhadores da Caixa Econômica Federal com base na lei Rouanet de incentivo a Cultura. A proposta é levar cultura para cidadãos num período semanal repleto de atividades nas áreas de Música Popular, Música Instrumental e Produção Musical.

Em Aracaju as atividades acontecem no período de 31 de outubro a 02 de novembro, com oficinas de música percussiva e de música instrumental. Como em todas as cidades o evento é encerrado com um show que tem como presença garantida o grupo de percussão Patubatê e uma atração de renome da MPB. Aracaju foi presenteada novamente com a presença de Nando Reis, num show que acontecerá dia 02 de novembro a partir das 20h no Espaço Emes.

Mais informações (fonte): http://ww4.programapar.com.br/eufacocultura/default.aspx

Patubatê…

PatubatêPatubatê é um grupo que mistura a percussão em sucatas com a música eletrônica. Os instrumentos retomam uma idéia de reciclagem, talvez até a célebre frase “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” de Antonie Lavoisier. O som é retirado de tóneis, escapamento de automóveis, latas de refrigentante, entre outros, os músicos são criativos e retiram som de locais inusitados. O Patubatê conta ainda com a interação com as pick-ups de Dj’s e com performances que visuais hipnotizantes.

Patubatê é o resultado de mudanças internas do grupo conhecido anteriormente como SomCatado, mas a criatividade e o entusiasmo permanecem o mesmo.

O que esperar do show?

No ano passado o SomCatado esteve no palco do Emes fazendo a abertura do show de Nando Reis, produzido pelo mesmo projeto da Caixa. Este ano, renomeado, o Patubatê retorna ao mesmo palco trazendo a mesma empolgação que pôde ser observada na apresentação passada. Pode-se esperar deste show um misto de componentes visuais e sonoros envolventes que não vão permitir que você fique somente olhando e ouvindo. O terceiro elemento do show é o movimento do público, contagiado pela música e pela maneira criativa como eles produzem o som e os efeitos do espetáculo. Depois do primeiro contato é raro que não se deseje outros.

Não deixem de prestigiar: http://www.patubate.com/v3. Lá você poderá encontrar todas as informações necessárias para se tornar mais um fã do trabalho do Patubatê.

Nando Reis…

Nando Reis é ex-baixista do Titãs, grupo de rock que marcou história nos anos 80. Atualmente segue carreira solo com a banda Os Infernais. Conhecido como um dos maiores compositores de sua geração, Nando (com toda intimidade) tem suas composições cantadas nas vozes de Cássia Eller, Samuel Rosa, Rogério Flausino, Toni Garrido, entre outros. Emplacado na vida de intérprete, gravou 7 cds, dentre os quais o MTV Ao Vivo e o Luau MTV. Nando Reis retorna à Aracaju depois de mais de um ano, pisando no mesmo palco onde agitou a galera com o show MTV Ao Vivo. No início deste ano, Nando Reis foi uma das grandes atrações do Projeto Verão Sergipe, divindo o palco na mesma noite com Vanessa da Mata. A presença confirmada para a próxima edição do evento não impede os fãs de babarem com a idéia de vê-lo em cena novamente. Ver Nando Reis nunca é demais (perceberam que tem uma fã tentando ao máximo ser imparcial ao escrever)!


O que esperar do show?

O show de Nando Reis é de uma intensidade tão profunda que mesmo distante você se sente em cima do palco. Nando Reis seduz, é a melhor maneira de caracterizar sua apresentação. Há quem diga que ele não é bom intérprete, que ele fala as músicas, que pererê e parará, mas melhor do que ouvir os outros falarem, é ouvir e ver Nando Reis em ação. As músicas são boas, as baladinhas românticas são envolventes. E, mudando de água pro vinho, sabe a “palavra do mestre cervejeiro, não o que faz e sim o que toma”? Então inverte para palavra daquele que vai ao show, não do que faz o show. Vou escrever agora na visão da frequentadora. Na verdade eu não sei se posso falar o que esperar deste show, porque costumo ficar hipnotizada (meu sócio Vinícius pode confirmar). Descrição do primeiro: Nando Reis no Espaço Emes dia 30 de setembro de 2007, copiando as palavras de ‘Ladir’ do Toma lá da cá Nando reis “é maaaaaaaaaaraaaaaaaaaaaa!!!” Indiscutívelmente sedutor, o ruivinho não é nem bunitinho, mas entra num êxtase contagiante quando está no palco. Descrição do segundo: Nando Reis no Projeto Verão Sergipe na Caueira dia 18 de janeiro de 2008, o som na frente do palco estava ruim, mas eu nem queria saber disso! Rs Eu espero bis… Bis de tudo, das músicas lindas, da expectativa, do cansaço, dos gritos, e, principalmente, da sensação de satisfação e do gostinho de quero mais…

Acessem: http://nandoreis.terra.com.br, um site com informações sobre o artista, blog, fotografias, discografia.

Como foi o show?

Domingo, 02 de novembro de 2008, show de encerramento da segunda edição do projeto “Eu faço cultura”. No palco, abrindo a noite, o grupo Patubatê. Irreverente, ousado, criativo, assim é o show deste grupo que envolve o público num espetáculo cheio de efeitos sonoros e visuais. Acompanhados de dois DJs que dão o fundo de música eletrônica ao som da percussão, os músicos do Patubatê vão alternando os instrumentos entre maçaricos e tonéis. Bolas de basquete, carcaça de telefone público, de tudo se tira o som que dá ritmo ao movimento do corpo do espectador. Não tem como não se deixar envolver, seja com olhar admirado ou dançando.

arnaldonando-3134Contagia o modo como os músicos se entregam a musica. Dois momentos a destacar: o primeiro quando Fred Magalhães convida para subir ao palco algumas pessoas que participaram da oficina de percussão e de produção musical ofertadas pelo projeto e ministradas pelo pessoal do Patubatê. O segundo foi quando introduziram água no espetáculo. À medida que Fernando Mazoni tocava num tonel, a água ia jorrando causando um efeito lindo, daí, logo em seguida, Fred Magalhães vira um balde com água em cima dele e sobre a platéia, que grita eufórica. Muito legal! Pode-se dizer que a banda não deixou a desejar, mas em relação ao ano passado este show foi meio curtinho e, apesar da ansiedade em ver Nando Reis, a galera queria mais.

Sai o Patubatê e entra à atração mais esperada da noite, Nando Reis vem apresentar músicas de seu álbum Luau MTV, além de incrementar o repertório com canções de outros CDs.  Começando com “A letra A”, longe da ordem alfabética, pode-se dizer que ocorreu um desenvolvimento crescente de energia e interação entre banda e público. Nando Reis inicia o show sentado num banquinho, e a pergunta é: Por quanto tempo ele iria agüentar manter-se ali? Não custou muito para que extravasasse. Os infernais, a banda que acompanha o músico, faz jus ao sucesso. Competência tocando eles tem, assim como presença de palco e carinho dos fãs não falta. Todo o grupo integrado entra em êxtase e a galera vibra.

Nando ReisO bom do show de Nando Reis é não se limitar necessariamente a ele, enquanto artista em destaque. Das performances das back vocals, que não param um segundo de dançar, até os demais músicos que abusam de estilo e personalidade tocando, tudo merece destaque no show. Nando Reis, nem se fala… Quem escreve aqui é uma fã suspeita que costuma ficar hipnotizada enquanto rola o “espetáculo”. Das “Coisas mais lindas” a “Do seu lado”, não teve pisão de pé que fizesse algumas pessoas enlouquecidas largarem o alambrado que afastava mais o palco do contato público.  O ruivinho seduz e a cadeira logo perdeu sentido no palco, ela ficou vazia e sem função. Nando Reis se entrega, e a galera se envolve e retribui com coro, palmas, mãos pra lá, mãos pra cá e gritos. Momento marcante do show? Tarefa difícil definir. Todas as letrinhas na ponta da língua, galera cantando tudo.  Essa resposta vai de opinião pessoal: “Estranho seria se eu não me apaixonasse por você…”, All Star foi cantada em coro do início ao fim, horas deixada só na voz do povo.

Inexplicavelmente maravilhoso o evento, que repetiu em qualidade os efeitos da edição passada. Superou as expectativas. O público está de parabéns, o Emes estava lotado. A organização do evento também merece ser parabenizada. Agora é aguardar próximo ano, para ver Nando Reis em Pirambu no Verão Sergipe e torcer para que o grupo Patubatê retorne em breve à cidade.

Cobertura: Samara Kenia

Obs: Em breve as fotos serão melhor organizadas e nomeadas