Brasil precisa formar mão de obra especializada em petróleo e gás de forma acelerada

Fonte: http://redepetrobrasil.org.br

Brasil precisa formar mão de obra especializada em petróleo e gás de forma acelerada

A formação de engenheiros, técnicos e operários para a exploração de petróleo e gás é o grande desafio brasileiro para o aproveitamento das novas reservas descobertas na camada pré-sal . Esta foi a principal conclusão dos participantes da audiência pública realizada pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) na noite desta segunda-feira (29).

A audiência foi o 5º painel do ciclo de debates Agenda Desafio 2009-2015 – Recursos Humanos para Inovação e Competitividade, proposta pelo presidente da Comissão, senador Fernando Collor (PTB-AL). O painel teve como título “Desafios, necessidades e perspectivas na formação e capacitação de recursos humanos para exploração, refino e distribuição dos produtos existentes nas reservas petrolíferas do pré-sal”.

O primeiro a se manifestar foi o presidente da BR Distribuidora, José Lima de Andrade Neto. Ele afirmou que a metodologia utilizada pelo governo brasileiro para a formação dos recursos humanos necessários à exploração do petróleo do pré-sal é diferente da usual. Segundo ele, a partir do projeto estabelecido, o país tem procurado adequar a formação da mão de obra necessária, em tempo hábil.

Lima Neto também salientou a necessidade de se reforçar a expertise de empresas de engenharia no Brasil. Ele disse que o país já teve grandes e competentes empresas de engenharia, mas a atuação e competência dessas empresas foram diminuindo ao longo dos anos.

Em seguida falou Marcelo Taulois, diretor-presidente da Aker Solutions do Brasil, uma multinacional de origem norueguesa. Ele falou da grande dificuldade da empresa em obter mão de obra qualificada. Segundo ele, um engenheiro recém-formado leva cinco anos para ser preparado para atuar neste mercado.

A empresa, que tinha 350 funcionários em 2007, hoje conta com 850 e pretende chegar a pelo menos 1,2 mil em 2012. Taulois afirmou que 4% dos custos com funcionários da empresa no Brasil é gasto em treinamento, fato sem similar em suas filiais em outros países.

– A demanda é muito maior do que qualquer pessoa aqui imagina – sentenciou, estimando que 200 mil novos profissionais terão de ser qualificados nos próximos dois anos.

Outro problema enfatizado por Taulois diz respeito aos fornecedores. Segundo ele, a Aker Solutions do Brasil tem um grupo de 16 engenheiros para ensinar aos fornecedores – são 78 no total – como elaborar os produtos necessários à empresa, que fabrica, entre outras coisas, a máquina que fica no fundo do mar abrindo e fechando válvulas dos diversos postos explorados.

Gestores

O presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon), Luiz Fernando Santos Reis, salientou a necessidade de se formar gestores. Segundo ele, falta capacidade gerencial em todos os níveis.

De acordo com Santos Reis, o Brasil forma anualmente 23 mil engenheiros, contra 80 mil na Coreia do Sul e 200 mil na India. Enquanto no Brasil há seis engenheiros para cada grupo de 100 mil habitantes, a média dos países desenvolvidos se situa entre 12 e 24. Já entre os países em desenvolvimento, como o Brasil, esta média é ainda maior, situando-se entre 18 e 30 engenheiros para cada 100 mil habitantes.

O presidente do Sinicom afirmou que o Brasil irá dobrar, até 2020, o número de plataformas para exploração de petróleo, que hoje somam 171. Ele lembrou que a tecnologia da exploração do pré-sal ainda está para ser construída, lembrando que o trabalho irá se deparar com condições de temperatura e pressão ainda ignoradas.

Por fim falou o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Nelson Narciso Filho. Ele enfatizou a atuação da agência no fomento de programas de formação de mão de obra.

De acordo com Narciso Filho, os recursos estabelecidos em lei para a formação dessa mão de obra possibilitaram o lançamento de quatro editais, que totalizaram 46 programas com tal propósito. O último edital, lançado ano passado, teve 42 propostas, das quais dez se transformaram em programas.

Desde 1999, foram ofertadas 4,3 mil bolsas de estudos, a um custo de R$ 184,3 milhões. Embora não fosse o alvo inicial do projeto, afirmou que foram feitos “investimentos maciços” em infraestrutura laboratorial, uma vez que as escolas não tinham recursos para isso. Dos 515 projetos, 504 foram aplicados em investimento laboratorial, a um custo de R$ 1,36 bilhão. Outros 264 milhões foram utilizados no Programa de Mobilização da Indústria do Petróleo (Prominp).

Narciso Filho enfatizou a necessidade de se fortalecer o vínculo entre academia, governo e empresas privadas, para o desenvolvimento dos recursos humanos necessários à nova fase em que entrará o Brasil, na exploração do petróleo.
Ele também enfatizou a necessidade da formação de gestores que, a seu ver, é colocada como preocupação secundária.

A necessidade do fortalecimento desse vínculo entre governo, empresas e escolas foi também assinalada pelo presidente da comissão. Fernando Collor afirmou também que, mais uma vez, um painel realizado pela comissão conclui pela carência de mão de obra especializada, notadamente na área de engenharia. Ele lamentou que, para cada 100 alunos dos cursos de engenharia, apenas 30 chegam ao final do curso habilitados para exercerem algum trabalho. O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) disse que o painel desta segunda-feira foi “um grande alerta à sociedade brasileira”.

Fonte: José Paulo Tupynambá / Agência Senado

Fonte: http://redepetrobrasil.org.br

Rock Sertão 2010

Rock Sertão: O maior festival de música independente de Sergipe acontece em Maio

O rock-n’-roll pede passagem para a 8ª edição do maior festival de Rock de Sergipe. A 8ª Edição do Festival de Música Independente “Rock Sertão”, acontecerá entre os dias 20, 21 e 22 de maio de 2010, na Praça Antônio Alves Oliveira, em Nossa Senhora da Glória Sergipe.

O Rock Sertão surgiu em 2001, a partir da carência de espaços culturais que possibilitassem o acesso gratuito da população sergipana à produções de música independente . O festival abre espaço para bandas e grupos, que geralmente não têm a oportunidade de mostrar a qualidade de seus trabalhos.

O surgimento do Rock Sertão acabou por incentivar a criação de novas bandas e, conseqüentemente, a retomada dos grandes festivais que aconteciam alguns anos no Brasil. O sucesso do festival foi resultado da persistência de roqueiros que iniciaram a quase uma década com um par de caixas amplificadas colocado na praça Antônio Alves em Glória.

Nas últimas edições o Rock Sertão vem abrindo espaço para palestras, teatros, oficinas, grafite e exibição de curtas- metragens. “O Rock Sertão não é somente um festival de musica independente, mas também um grande encontro cultural que reuni várias gerações, estilos, comportamento, e, acima de tudo, formas diferenciadas de mostrar arte”, afirma Kleberson Silva, o Binho.

“A consolidação de um público e a diversidade musical são as maiores marcas do evento. O que antes era uma festival que chamava, em grande parte, a atenção dos curiosos, hoje apresenta um público que se diferencia dentre os vários seguimentos do rock, indo desde o pop rock até o Heavy Meta”, acrescenta Binho.

O Rock Sertão tornou-se referência para a música sergipana, servindo como espaço para que as bandas locais possam mostrar o seu trabalho. O público que cresce a cada edição é uma prova de como lança raízes no processo de desenvolvimento e reconhecimento da boa música do estado.

A organização ainda não divulgou a programação do festival, que será disponibilizada em breve no site oficial www.rocksertao.com.br e vários meios de comunicação do estado.

Por: Aparecido Santana


Atrações:

  • Dia 20 (quinta-feira)

    • Alex Sant`anna + Part. d’A Banda dos Corações Partidos
      Aracaju/SE
  • Dia 21 (sexta-feira)

    • Villa Carmen
      Aracaju/SE – Latino
    • Fator RH
      N. Sra da Glória/SE – Pop/Rock
    • Mamutes
      Aracaju/SE – 70’s Rock’n Roll
    • Vendo147
      Salvador/BA – Instrumental/Rock’n Roll
    • Mopho
      Maceió/AL – Rock Psicodélico
    • Mundo Básico
      Simão Dias/SE – Pop/Rock
    • banda da votação
  • Dia 22 (Sábado)

    • Urublues
      Itabaiana/SE – Blues
    • Rosie And Me
      Curitiba/PR – Folk
    • Lacertae
      Lagarto/SE – Experimental
    • Naurê
      Aracaju/SE – Forró/Samba/Baião
    • Karne Krua
      Aracaju/SE – Punk
    • Impact
      São Cristóvão/SE – Death Metal
    • banda da votação

Local

  • Nossa Senhora da Glória – Sergipe

Forró do Kabrunco 2010

Apesar da chuva, esta noite será de muito forró na praça de eventos da Orla. É que acontece mais uma edição do Forró do Kabrunko. Um dos organizadores do evento, Flávio César Carvalho, aposta que até a noite as chuvas devem diminuir. “Estou acompanhando as previsões e segundo indicaram até a noite esta frente fria deve deixar Aracaju”, afirma.

Flávio conta que apesar das fortes chuvas que caíram na noite de ontem, 9, e madrugada de hoje, 10, a estrutura que já está totalmente pronta e não sofreu nenhum dano. “Agora vamos torcer para a festa ficar bonita”, ressalta.

Fonte: Infonet ( 10 de abril de 2010 )

O melhor forró Open Bar de Sergipe!

O Forró do Kabrunko já é tradicional em Sergipe, sendo reconhecido como sinônimo de organização, gente bonita, forró do bom e verdadeiramente OPEN BAR. Realizado desde 2002, quando um grupo de amigos teve a idéia de fazer uma pequena festa e reunir outros amigos, o evento vem se solidificando a cada ano e hoje já faz parte do calendário de festas do Estado de Sergipe.
Marcado pela organização e animação, todas as edições do evento têm sido um grande sucesso de público. No ano passado, o evento, que ocorreu no espaço EMES, contou com cerca de 7 mil pessoas e superou as expectativas, graças à melhoria da estrutura e segurança, além do apoio decisivo dos parceiros.
Em 2010, o Forró do Kabrunko será realizado no dia 10 de abril. Esse ano, a organização do evento trará atrações de peso no cenário nacional.

Atrações:

  • Magnificos
  • Adelmário Coelho
  • Forró Maior
  • Brasas do Forró
  • BEBIDA GRÁTIS a noite toda: cerveja Skol, Drinks Variados, Refrigerante, Água
  • Para quem estiver no camarote vip, 5 tickets de Red Label

Ingressos:

  • R$ 50,00 (pista )
  • R$ 90,00 (camarote)
  • Lote promocional de ingressos limitados a venda, em 3x sem juros no hipercard,

Data/Local

  • 10 de Abril
  • Praça de eventos da Orla de Atalaia

Pontos de Venda:

  • Loja Forró do Kabrunko – 2º piso do Shopping Riomar
  • Loja Top Cell da rua São Cristóvão

Cobertura Forró do Kabrunko 2009

Brother Fest 2010

Vem aí o 7º Brother Fest

O bloco Brother Fest, que começou como uma comemoração dos aniversários de três amigos, com o tempo se tornou um dos grandes blocos do estado de Sergipe.

Atrações

  • Parangolé
  • Psirico

Data/Hora/Local

  • 17 e 18 de abril
  • Saída do bloco sábado as 20H e no domingo às 16H
  • Conjunto João Alves ( Nossa Senhora do Socorro )
  • Concentração: Próximo ao terminal do conj. marcos freire ii, e chegada na praça principal do conj. João Alves

Valor / Pontos de Venda

  • 1° lote (preço promocional) – R$ 35,00.
  • Sergipe Motos (conj. João Alves), G. Barbosa (conj. João Alves), Mel Pastel (conj. Marcos Freire i), Churrascaria Dom Pedro e Competir.

Informaçõoes:  (79) 8801-2049