Censura na Internet – Bandidos querendo te enquadrar como bandido

Imagem criada por Mario Amaya

Cuidado…. tem uns bandidos querendo te enquadrar como bandido.

Não sabe do que estou falando? Veja isto!

Minha monografia teve como referência dezenas de livros. Cheguei a reproduzir alguns parágrafos na íntegra. Não pedi autorização expressa aos autores, apenas citei as referências devidamente em todos os locais necessários.

Sim, mais e dai?

Daí que existe uma lei em tramitação na câmara (já aprovada no senado) que torna meu ato monográfico criminoso. Minha pena seria ainda maior porque disponibilizei para download na internet. (monografia).

Duvida? Então continue lendo…

Entre outras coisas, a lei diz:

“Obter ou transferir dado ou informação disponível em rede de computadores, dispositivo de comunicação ou sistema informatizado, sem autorização ou em desconformidade à autorização, do legítimo titular, quando exigida:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.
Parágrafo único. Se o dado ou informação obtida desautorizadamente é fornecida a terceiros, a pena é aumentada de um terço.”

Parece apenas mais uma tentativa de barrar a pirataria, não é mesmo? Mas é mais que isto. Sabe aquela crítica legal que você copiou num site e enviou por email para um amigo? Um… você pode pegar até 4 anos por isto. O seu amigo, se guardar o email, pode pegar no máximo 3 anos. Menos mal, né?

Veja este pequeno trecho que tomei emprestado do blog, que tomou emprestado de outro blog (sentiu a facilidade de compartilhar informação?)

fonte: blog mundoveio: Pra explicar melhor, tomo emprestado esse parágrafo que vi no OMEDi:
“Em breve o ato de baixar uma legenda de um filme (veja bem, BAIXAR, não necessariamente TRADUZIR) será considerado crime.
Baixar uma foto de algum portal de notícias e colocar no trabalho de escola do seu filho poderá virar caso de polícia.
Distribuir um texto do Arnaldo Jabor ou do Luís Fernando Veríssimo para seus amigos via email poderá mandar você para a cadeia por três anos. Será LEI, e você será um CRIMINOSO. Fato.“(
sic)(sic).

Se a tal lei já estivesse em vigor, eu a estaria infringindo apenas por ter colado o parágrafo logo acima aqui neste blog. Na verdade eu estaria violando a lei várias vezes neste post. A lei é clara, só com a autorização do autor, não adianta colocar referências. Ou seja, daqui a alguns meses poderão me considerar um criminoso por estar estar publicando isto. Imaginem o prejuízo que isto representa para a blogosfera brasileira! 🙁

Você pode estar se perguntando “mas como eu nunca ouvi falar disto?

Tudo bem… também demorei demais a descobrir. Na verdade, fiquei sabendo hoje. O que posso fazer para me redimir é tentar informar outros desinformados publicando algo em meus blogs.

Que lindo… eu, um simples cidadão comum, ridículo, limitado e que só uso 10% de minha cabeça animal… única e exclusivamente por causa da liberdade e facilidade da internet, posso escolher não ficar sentado no trono de meu apartamento, com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar… Ao invés disso, posso lutar para ajudar a derrubar este projeto ridículo e, por tabela, quem sabe até tirar um monte de votos desse tal de Eduardo Azeredo na próxima eleição.

É justamente para brecar este poder/direito que estou exercendo agora – o poder/direito de transferir informação/conhecimento de forma fácil e livre – que os bandidos de Brasília aprovaram este projeto de lei ridículo no senado e agora estão tentando aprovar na a câmara.

Existem mais motivos para esta lei fascista? Claro que sim!

Um deles parece ser este levantado no blog imaginarios:

“Qual é o foco de fato deste projeto? Ficou uma fortíssima impressão e minha hipótese: Os bancos não querem assumir o custo da segurança do sistema financeiro numa internet de windows bugados e usuários ingênuos, e daí veio o projeto – transferir o custo pro Estado, e ao mesmo tempo criar um novo mercado de auditoria eletrônica, no qual os vencedores são as empresas de tecnologia do setor financeiro, e a Polícia Federal, que teria as bases para um policiamento preventivo altamente sistematizado pela vigilância da Rede. Um dado que reforça esta percepção é que a Scopus, empresa de tecnologia do Bradesco, está entre os 3 maiores financiadores da campanha do Azeredo.” fonte: http://imaginarios.net/dpadua/?p=488

Vai ficar aí parado?

Se informe melhor. Para isto, basta clicar aqui ou  aqui. (viva a blogosfera)

Espalhe a notícias!

Assine esta petição online pedindo o veto:

http://www.petitiononline.com/veto2008/petition.html

Abraços,
Vinicius AC

Luau do Nana – Chiclete com Banana, Parangolé e Cavaleiros Elétrico – 12/11/2008

“Se você é chicleteiro Deus te abençoa. Se você não é Deus te perdoa…”

Mas se você chicleteiro não marcar presença na segunda edição do Luau do Nana 2008, sinceramente, eu não sei quem vai te perdoar. Está cada vez mais próximo o pré caju 2009 e  chega a vez do Chiclete com Banana agitar a festa de lançamento do Bloco Nana Banana.Parangolé e Cavaleiros Elétrico vão contribuir para animação da festa.

Os shows de lançamento dos blocos do Pré-Caju 2009 estão fazendo Aracaju ferver para a grande micareta que acontecerá nos dias 22 a 25 de janeiro. Depois do Aviões Elétricos e Eva Fest é chegada a vez do Luau do Nana, e para não dar tempo de esquecer da maior prévia carnavalesca do Brasil, dia 20 de dezembro teremos Asa Beach.

Como foi o show?

Bem, como todo ano, a festa do nana se firma cada vez mais no cenário de Aracaju como um dos pontos altos da época anterior ao pré-caju. Muita gente legal, a estrutura foi montada onde fica o estacionamento ao lado dos lagos da orla. O motivo mais óbvio parece ser que a praça de eventos tem alguns problemas estruturais pra comportar um show desse porte.

O acesso ao evento foi muito fácil, com muitos pontos de estacionamento disponíveis. Todos os banheiros bem localizados, e como o local é MUITO grande, ninguem ficou espremido como no ano passado. Soube de 3 brigas rápidas… felizmente a galera parecia estar tranqüila, a fim de curtir, mas vale destacar o bom esquema de segurança montado.

Chiclete tocou seus maiores sucessos e relembrou velhas músicas como selva branca.. entre outras.. depois foi a vez de cavaleiros elétrico com seu repertório repleto de sucessos.. nao deixou por menos… mesclou o ritmo de forró tradicional e forró elétrico. Por fim, Parangolé fez a alegria da galera cantando sucessos como desço a madeira (eu num sei o nome da musica kkk)

Gostaria de agradeçer a galera pela boa vontade em tirar fotos.. estão de parabéns.. 90% do pessoal aceitava tirar foto numa boa. PARABÉNS pessoal. Segue as fotos abaixo.

Por Amigão

Algumas observações sobre o Luau do Nana…
Começou meio tarde, perto de meia noite. Começou com Chiclete, depois tocou Cavaleiros e por ultimo Parangolé. Faltou energia logo depois que o Chiclete deu as primeiras notas, mas foi por pouco tempo, nada que atrapalhasse a alegria da galera. Ocorreram muitas brigas, mas nenhuma que durasse muito, pois os seguranças estavam trabalhando bem. Gosto quando os shows são feitos no palco, como aconteceu no luau do nana, pois dá para curtir melhor. A qualidade do som estava ótima, na minha humilde opinião. O maior “porém” do show foi a área VIP que estava enorme e apenas em frente do palco principal, quem pagou pista teve que se contentar em assistir de longe e de lado Chiclete tocando, sinceramente achava melhor quando a área vip era somente uma faixa na frente do palco.

Por Edimilson Torres

? Se você é chicleteiro Deus te abençoa. Se você não é Deus te perdoa…

Além do axé da banda Chiclete com Banana que é já sinônimo de casa cheia, fãs de outros estados, animação e gente bonita, o show terá ritmos para todos os gostos, contando ainda com a swinguera de Parangolé e o forró elétrico de Cavaleiros do Forró

Chiclete com Banana


Chiclete com Banana é nada mais nada menos do que uma banda com 28 anos de formação, com uma discografia de 25 discos, prêmios pelo Brasil e exterior, média de 130 shows por ano, 15 discos de ouro, 10 discos de platina e 1 DVD de platina, sendo atualmente o grupo de axé de maior sucesso do Brasil, cobiçados por todas as micaretas. Possuindo uma legião de fãs, que se denominam Chicleteiros os guerreiros da alegria, cuja fidelidade se verifica no ininterrupto e constante sucesso que a banda apresenta, ao longo das mais de duas décadas.

Curiosidades que achamos no site oficial da banda:

• Que Deny, percussionista do Chiclete, caiu numa piscina no momento em que se dirigia para o palco de um Show?! Realizado em um hotel, o palco do Show foi armado ao lado da piscina. Na hora de tocar estava escuro e Deny não viu a piscina. Resultado: acabou caindo com roupa e tudo,e depois teve que voltar ao quarto para se secar e trocar toda a sua indumentária. Neste tempo, ele ainda não usava suas famosas saias.

• Que o Show mais curto do Chiclete com Banana durou o tempo de uma música e meia?! No inicio de um show realizado no Tocantins, após tocar Cara Caramba, faltou energia no local. A banda teve que esperar por mais de duas horas pelo retorno da energia, mas não adiantou. Acabou tendo de ir embora sem terminar o show. E quem pagou pelo show será que dançou?

• Que o Chiclete com Banana já teve um show que não foi realizado por falta de público? Em 1985 na cidade de Divinópolis, só compareceram cinco pessoas a um show. No ano seguinte o Chiclete voltou à cidade e fez um show com lotação esgotada (10.000 espectadores). As cinco pessoas que compareceram ao show de 1985 ficaram conhecidas como os “Cinco de Divinópolis”, e sempre participam do Carnaval de Salvador com um animado camarote no Forte de São Pedro. Nada como um Show depois do outro.

• Que primeiro instrumento que Bell tocou foi teclado?! Isso no tempo em que tocava nos bailes. Depois passou a tocar contrabaixo e finalmente guitarra. É o nosso “band man”!

• Que o Trio Rex produz energia suficiente para uma cidade?! São dois geradores de energia capazes de iluminar uma cidade de 100 mil habitantes. Com ele nada de apagão!

• Que em 2007 o Chiclete com Banana foi premiado nos Estados Unidos?! A banda recebeu o prêmio Press Award 2007, como destaque Turnê U.S. de Show Brasileiro – Axé. Dá lhe Chiclete!

.

Parangolé

Na gíria baiana, a palavra Parangolé tem vários significados, mas no que diz respeito a música, Parangolé é percussão, axé, pagode, pop e muito mais. Esse caldeirão musical tem arrastado a galera ao longo dos quase dez anos de existência e os fãs declarados desse novo estilo aumentam, a cada apresentação do grupo.

O Parangolé surgiu em 1997, no bairro da Federação, mas precisamente no Bar de Dona Maria. Todas as tardes, Adriano, Nenel e Nailton se reuniam para jogar baralho e sempre ao fim das partidas, faziam um pagode. O som agradava aos que passavam pelo local e o movimento foi se espalhando pela cidade. Com o tempo, só se ouvia um comentário: “que parangolé é aquele que está rolando na federação?”. E assim surgiu o grupo e o nome Parangolé.

O grupo atualmente é composto por Nenel, Leo Santana, Binho, Tor e Bruno, e já lançou seis discos de divulgação.

(fonte: http://www.junniordocavaco.xpg.com.br/tmp/Bandas.htm )

.

Cavaleiros Elétrico

Cavaleiros

A Banda Cavaleiros do Forró é uma banda natalense-potiguar formada em Novembro de 2001. Seu primeiro CD estourou no Brasil, e o hit “Se Réi Pra Lá” consagrou a banda. A banda já se apresentou em vários programa nacionais, como o Domingão do Faustão, Domingo Legal, Tudo é Possível, Mulheres, Raul Gil. Os Cavaleiros do forró já gravaram 4 dvds e 7 cds. Hoje o Hit do Momento é o Novo Single da Banda Senta Que é De Menta.


data_lualAtrações

  • Chiclete com Banana

  • Parangolé

  • Cavaleiros Elétrico

Preço/Local

  • R$ 30,00 (Pista Meia) *

  • R$ 60,00 (Camarote Meia) *

  • Praça de Eventos – Orla de Atalaia

Ponto de Vendas

  • Cosmético Center

  • Dhillus

  • Auto Peças Macedo

  • Mister Pizza (pça da imprensa)

  • Central do Pré-Caju no Shopping Riomar(área VIP somente aqui) **

(*) Valor vigente até o dia 20/11/2008.

(**) Aceita Banese Card. Informações: 79 3218 1010.

? Associe-se no Bloco Nana Banana para o pré caju 2009 e ganhe ingresso para o Luau do Nana. Oferta válida para os primeiros 500 cadastros.

CORES: PISTA – LILÁS • CAMAROTE – LARANJA

Reveillon 2009 em Aracaju – Maria Rita e Alexandre Pires na orla

Há algum tempo tem sido difícil optar entre viajar e prestigiar a festa de reveillon da capital, realizada pela prefeitura. Este ano não vai ser diferente: Rio de Janeiro, Morro de São Paulo, Salvador ou Maria Rita e Alexandre Pires na praia de Atalaia? Isso mesmo, a prefeitura de Aracaju já divulgou as atrações que vão animar a virada de ano. A expectativa é de superar as estatisticas do reveillon 2008, reunindo mais de 300 mil pessoas num evento bem estruturado e aberto a todo tipo de público. O último show do ano fica por conta de Maria Rita apresentando seu novo trabalho “Samba Meu”, já o primeiro de 2009 é responsabilidade do cantor Alexandre Pires com o repertório do seu álbum “Em Casa”, encerrando o evento a banda Cartel de Bali apresenta seu estilo regado de pop rock para animar ainda mais a galera.

Quem vai tocar?

Maria Rita

Maria Rita

Maria Rita inevitavelmente carrega o sucesso em seu nome, filha da inesquecível cantora Elis Regina e do compositor César Camargo Mariano, a jovem reconhece a importância da veia musical herdada de seus pais. Sua carreira como cantora teve início tardio, pois somente aos 24 anos de idade a música se torna profissão. Em 2002, antes de lançar um cd, Maria Rita foi premiada como “Revelação do ano” pelo Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte). No ano seguinte lança seu primeiro trabalho “Maria Rita” no Brasil e em mais de 30 países, atingindo números admiráveis dentro de um mercado considerado em crise, devido  à pirataria. A partir daí inicia-se uma fase de acúmulo de prêmiações e fãs. Músicas como “A Festa”, “Cara Valente”, “Menina da Lua” eram ouvidas e cantadas por inúmeros brasileiros que lotavam seus shows.

Em 2005, ainda colhendo frutos do seu primeiro álbum, Maria Rita lança “Segundo”. Caminho das Águas foi o carro-chefe deste trabalho e, paralelamente ao pré-venda do cd em lojas on line, realizou-se um trabalho de venda digital da canção na internet, causando um congestionamento na rede, pois todo mundo queria ter Maria Rita tocando em seu computador. Como era de se esperar, o novo cd de Maria Rita lhe rendeu mais prêmios e uma turnê extensa pelo Brasil, na qual se pode incluir participação em show nacionais de outros artistas (O Rappa, Alindo Cruz, Gilberto Gil, entre outros), além de mais de 50 shows pelo exterior. Os amantes da boa música já tinham se rendido ao seu talento e confirmaram sua preferência apreciando “Segundo”.

Naria Rita - Samba MeuEm 2007, “Samba Meu” chega as lojas, trazendo um estilo por vezes cantado por Maria Rita nos álbuns anteriores. O samba é cantado no cd em 14 faixas, composições de Arlindo Cruz, Gonzaguinha, Edu Krieger, Francisco Malfitano, entre outros. Nesta nova fase, Maria Rita também apresenta sua veia para produção artística, já que assina a co-produção do cd. Lançado também no exterior, “Samba Meu” ultrapassa a marca de 125 mil cópias vendidas chegando a ser o sétimo cd mais vendo em 2007 e rendendo a cantora em 2008 o título de melhor cd pelo Prêmio Multishow de Música Brasileira e o disco de Platina concedido pela Associação Brasileira de Produtores de Disco.

Maria Rita é um dos grandes nomes da MPB na atualidade e este ano Aracaju terá o prazer de tê-la em apresentação na festa de reveillon produzida pela Prefeitura Municipal, que ocorre em 31 de dezembro na Orla de Atalaia. O show está marcado para começar impreterivelmente às 22 horas.

O que esperar do Show?

A voz e a presença de palco de Maria Rita vão fazer o público vibrar durante a contagem das últimas horas para a virada do ano. Podemos esperar muito samba com músicas como “Tá perdoado”, “Samba meu”,  “O que é o amor?” e “Trajetória” e ainda a interpretação de algumas canções que marcam sua carreira, tais como “Encontros e despedidas”,  “Caminhos das águas”, “Recado”, “Cara valente” e “A festa”. Promete-se um show espetacular, nada menos do que o talento de Maria Rita pode oferecer.

Vai treinando:

MARIA RITA – TÁ PERDOADO


Alexandre Pires

alexandre_pires_05

Quando se fala em Alexandre Pires logo se pensa em “Só Pra Contrariar”, grupo musical montado pelo mesmo em conjunto com o irmão Fernando Pires e o primo Juliano Pires. O SPC, como ficou conhecido, estreeou em 1989 e foi um marco do samba-canção na década de 90, chegando a bater recordes sulamericanos de vendas em discos. O sucesso rende ao SPC um cd lançado em espanhol, que vendeu 700 mil cópias em países latinos. Após lançar sete discos com o grupo, Alexande Pires dá um passo importante para sua carreira e resolve partir para um trabalho solo, paralelamente aos compromissos com a banda, com um disco dedicado ao mercado internacional, de título “É por amor”, com versão em português e espanhol. O mercado internacional tinha garantia no reconhecimento de outros artistas que convidavam o músico para gravar participações em seus álbuns. Com Glória Steffan Alexandre Pires grava “Santo Santo” e consagra seu nome como intéprete internacional.

Em seu primeiro cd solo, se pode notar uma diferenciação do estilo do samba do SPC, as músicas ganham um embalo mais romântico e pop, como na música “Usted se me llevó la vida”. Em 2002, resolve se dedicar inteiramente a carreira individual e deixa o Só pra contrariar. O ano começa repleto de boas novas, a qualidade do seu primeiro cd lhe rendeu um Grammy na categoria “Engenharia do Som” e o reconhecimento da Revista Billboard Latin Music Awards como “Melhor Artista do Ano” em 2001. Sua discografia foi ampliada com os álbuns “Estrela Guia” (2003), “Auto-falante” (2004), “Meu Samba” (2005), no qual retoma as raízes do samba, e “A Un Idolo” (2007), cd inteiramente dedicado a Julio Iglesias.

em casa

Agora em 2008,  Alexandre Pires lança seu novo álbum “Em casa”, marcando o retorno do cantor à sua terra após uma longa temporada no exterior. A gravação do cd e dvd ao vivo aconteceu na cidade de Uberlândia, sua cidade natal, em 08 de janeiro, dia do seu aniversário. Quem assina a direção do show é o próprio Alexandre Pires, em parceria com o baixista Cláudio Rosa. A turnê “Em casa” já passou por diversas cidades brasileiras e chega em Aracaju na madrugada do dia 01 de janeiro de 2009, dando continuidade ao espetáculo organizado pela Prefeitura Municipal. Neste trabalho, com sucessos antigos que marcaram a carreira de Alexandre Pires e algumas composições inéditas, o músico apresenta toda sua versatilidade enquanto interpréte e instrumentista. O show que ocorrerá na Orla de Atalaia tem início marcado para às 0:30 h, seguindo o show de Maria Rita e a queima de fogos.

O que esperar do show?

O novo álbum de Alexandre Pires conta com um repertório diversificado em ritmos, que vão desde o samba a música eletrônica, passando pelo funk, zouk e as conhecidas baladinhas românticas. Logo, se pode esperar um show dançante, com muita vibração do público presente e muito embalo para o romantismo dos casais que irão prestigiar o evento. Sem esquecer também de que muita gente vai poder cantar alguns sucessos como “Essa tal liberdade”… Para matar a saudade!

Pra curtir um tantinho com gosto de prévia:

ALEXANDRE PIRES – PODE CHORAR

E tem mais:

Após o show de Alexandre Pires, o público vai ter a oportunidade de ver o primeiro nascer do Sol de 2009 ao som rock/pop da banda sergipana Cartel de Bali. A banda vem para mostrar que a festa realiza todos os gostos, do sambinha ao rock. A Prefeitura Municipal de Aracaju mais uma vez está de parabéns pela programação do evento, agora é só comparecer e contribuir para que o evento seja tão bom quanto se espera.

Data

  • 31/12/2008 – 22 horas

Atrações

  • Maria Rita

  • Alexandre Pires

  • Cartel de Bali

Local

  • Orla de Atalaia

Dica AAmigu’s: Carregue toda a família para passar o reveillon na Orla, a festa é boa e conta com uma ótima estrutura de palco, espaço e segurança. Mas evite os congestionamentos que te fazem virar o ano dentro do carro, ou abraçando o motorista ao lado. Saia de casa mais cedo, reduza a quantidade de carros agrupando-se com parentes e amigos, pegue ônibus ou táxi. Garanta um final de ano divertido e um início promissor para 2009. Abrace seu próximo. E marque pontos estratégicos para se encontrar, caso alguém se perca do grupo.

fonte: wikipédia/site oficial Alexandre Pires/site oficial Maria Rita


Como foi o show?


Defino como ESPETACULAR. Maria Rita fez uma apresentação empolgante, a presença de palco da artista é muito marcante e o repertório seguiu a linha do seu  novo álbum. Alexandre Pires subiu ao palco depois da queima de fogos, outro show que se pode avaliar em nota máxima, não fica difícil saber assim o porque do cantor ser consagrado como um dos melhores da América Latina. Cartel de Bali subiu ao palco cantado músicas próprias e sucessos do rock brasileiro, dando continuidade a efervecência da festa. 2009 chegou de modo esplêndido.

No geral, a festa estava ótima, a organização está de parabéns pela segurança e o atendimento ao público. Como era de se esperar, a extensão da orla de atalaia foi tomada por famílias e grupos de pesoas que se alojaram em tendas e barracas, perece que este ano o público dobrou de tamanho.

Para algumas pessoas o retorno para casa foi meio caótico. Um conselho dado pelo AAmigos foi para que se utilizasse o táxi como meio de transporte, mas para quem não ficou até o amanhecer do dia ficou meio difícil arrumar um. As pessoas estavam caminhando a procura de táxi, tanto que a maioria dos táxistas não ultrapassavam a marca do retorno próximo à entrada da Unit, ali na avenida Beira-Mar. Além disso, os usuários foram tomados por uma onda de negociação injusta, alguns táxistas desligaram os taximetros e estavam cobrando quantias absurdas para transportar o pessoal, se aproveitando das ruins condições. Nota zero pra eles!

Mais um zero bem dado também àquela galera que estendeu lona e esteira no espaço em frente ao palco, na marca onde não era permitido armar baraca. Muitos tentavam impedir a circulação de pessoas nestas áreas, sem nenhum direito.

Agora é esperar as surpresas de 2009 e nós do AAmigos desejamos a todos os nossos aamigos que tenham um ano cheio de realizações, paz, muito amor e saúde. E desejamos também que continuem apreciando nosso trabalho, pois crescemos com vocês.

FELIZ 2009!


Edu Falaschi e Almah na LIVE – 30/11/2008

>> SHOW CANCELADO <<

EDU FALASCHI E ALMAH • 30/11/2008

>> SHOW CANCELADO <<

ALMAH NA LIVE

Os fãs sergipanos do estilo Metal Melódico já têm compromisso garantido em 30 de novembro do corrente ano. A banda Almah fará apresentação no espaço intimista da Live, em Aracaju. O vocalista, Eduardo Falaschi, já reconhecido internacionalmente por sua carreira no Angra, nos traz agora seu trabalho solo, logo após o lançamento do 2º CD “Fragili Equality” , em 24 de setembro, na ExpoMusic 2008.

Para os que se perderam entre o recesso do Angra e o início da Almah, vale lembrar: já em 2006, após o lançamento do CD “Aurora Consurgens” (Angra), Edu Falaschi lançou o “ Almah”, nome que carimbou não só o novo projeto, como também uma das músicas mais tocadas nas rádios internacionais. Além de atuar como vocalista, Falaschi produziu o disco, compôs todas as músicas e letras, gravou todos os violões e teclados e criou os arranjos de vozes, guitarra, baixo, bateria, teclados e Orquestra. Após o sucesso da primeira apresentação, o então trabalho solo cresceu, tomando forma de banda, aliás, “mega banda”, já que a performance ao vivo nos remete aos grandes shows do cenário internacional.

No Japão, a banda Almah é classificada como uma das mais importantes bandas de metal melódico do mundo e Edu Falaschi foi apontado nos últimos cinco anos, como um dos cinco melhores vocalistas do mundo, eleito pela revista Burrn¡. A Almah já chega inovando no mercado fonográfico com um CD conceitual, que será lançado com letras baseadas numa estória fictícia de um livro, cujo tema principal é o equilíbrio entre todos os elementos do universo. Tal livro foi idealizado e co-produzido pelo próprio Edu e é todo estilizado em mangá (Tradicional desenho japonês). O livro será lançado posteriormente ao CD e terá distribuição nacional. Dentro do Livro será encartado o próprio CD FRAGILE EQUALITY, porém, sem o registro dos vocais de Edu, funcionando como uma trilha sonora para o leitor e também como um cd de KARAOKÊ do Almah (visite www.almah.com.br).

Acompanhando Edu na nova empreitada estão Felipe Andreoli, também do Angra, Marcelo Barbosa (Kallice), Paulo Schroeber e Marcelo Moreira (Burning in Hell). Com um elenco de peso, o show da Live promete satisfazer os fãs mais exigentes e angariar mais admiradores para o heavy-metal. Vale a pena conferir!